Frequentar bibliotecas

OUTROS

pode ser um hábito duplamente atractivo, como mostra o slide slow para o qual o nos chamam a atenção no blogue Nosololibros. As imagens são de bibliotecas vanguardistas na sua arquitectura em todo o mundo e devem ser vistas aqui.

No Porto, vale sempre a pena passar pela Biblioteca Almeida Garrett. Nem que seja pelo pavão (não sei quantos anos vive um pavão, mas aquele parece ser o mesmo, geração após geração de visitantes…) ou só pela luz nos jardins do Palácio.

fotografias de 2005 roubadas ao Carlos Romão no Cidade Supreendente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s