Para a Isabel, devolvendo uma página de um livro

SEDIMENTO DE PALAVRAS

É então isto um livro.

este, como dizer?, murmúrio,

este rosto virado para dentro de

alguma coisa escura que ainda não existe

que, se uma mão subitamente

inocente a toca,

se abre desamparadamente

como uma boca

que fala com a nossa voz?

É então a isto que chamam “livro”,

a este coração (o nosso coração)

dizendo “eu” entre nós e nós?

Manuel António Pina, Uma Luz de Papel. Edições Eterogémeas, 2007

One thought on “Para a Isabel, devolvendo uma página de um livro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s