sobre o passado dia 3 de novembro, no “no feminino”

TEATRO/ PERFORMANCE

Diz-se que a amizade é o melhor ponto de partida para a maioria das viagens. A poesia também o é, desconfio. Não sei exactamente quando é que esta viagem no intercidades começou para elas, mas eu comprei bilhete no dia em que me encontrei com a Helena na Estação de Campanhã e ela me disse “Estou a pensar fazer uma coisa, mas não sei o que é que tu achas”. Olhando agora, parece-me bastante apropriado que tenha sido esse o ponto de partida deste projecto.

E embarcar porquê? Gostei particularmente do facto de elas, a Helena Mancelos, a Carmen Mesa e a Daniela Carneiro se referirem a este momento como um encontro. Feminino. De olhares. Porque se trata do encontro com outras três mulheres, duas das quais eu não conhecia, e porque este é também um encontro de linguagens, de “três formas de arte na expressão de quatro artistas”.

Esta “artista” agradece o título, embora não tenha bem a certeza se ele se aplica, e junta o seu pequeno fio ao emaranhado de todo o tamanho que são as linhas telefónicas, eléctricas, frenéticas, poéticas, artísticas, estas ruas familiares onde todos andamos, onde todos nos misturamos e perdemos o fio à meada – que é, aliás, a melhor coisa que nos pode acontecer, na poesia e não só.

O que resultou dessa noite foi, em parte, também uma surpresa para mim, uma espécie de bilhete com destino incerto, como se faz nos grandes livros da literatura de viagem.

Agradeço-lhes – à Helena, à Carmen e à Daniela – por fazerem do meu livro e do meu trabalho parte do trabalho delas. Agradeço-lhes por mo terem roubado e por nele terem lido o que eu escrevi, o que eu não escrevi e o que provavelmente nem eu sabia que tinha escrito. Prova que o dizer não se esgota nas palavras nem no precipício que se abre nelas. E que há poemas que nos esperam pacientemente em bancos de jardim e na Arte dos Outros.

Agradeço ao No Feminino, por criar espaços que celebram esse olhar feminino sobre o mundo e sobre as coisas. Agradeço a todos os que decidiram passar essa noite connosco num intercidades. Mas digam-me lá se não seria um crime bem rebuscado embarcar antes num expresso do oriente ou num comboio da meia-noite!

Agradeço à Dina o facto de ter sempre uma porta aberta para nós (nós leitores, nós poetas, nós estudantes de jornalismo sem dinheiro para pagar os livros e à procura dos versos do mundo) e por nunca ter desistido desse espaço fantástico chamado Poetria, que é onde, como deveria vir escrito nas histórias infantis, moram todos os livros de poesia. Agradeço à Dina a generosa amizade.

Resta-me desejar-lhes uma boa viagem, neste comboio que, estou certa, terá ainda muitas mais paragens. E dizer-lhes que olhem bem para elas, mulheres.

Anúncios

4 thoughts on “sobre o passado dia 3 de novembro, no “no feminino”

  1. Querida Minês,

    A existência da Poetria, com toda a precariedade que a envolve, justifica-se por encontros como este, tu e tantos outros seres maravilhosos, que ajudam a tornar o mundo mais habitável, consensual, alegre.
    Sinto que a solidariedade há-de salvar a Poetria, poupando-a a uma morte injusta.
    Um abraço do tamanho do universo, com as suas incontáveis estrelas. E que as nossas mãos se apertem uma à outra sempre que o desânimo ameaçar com pedras os nossos caminho. Dina

  2. muito obrigada minês… é tão bom receber as tuas palavras… Tudo o que foi feito teve como ponto de partida o teu olhar … Ele foi o nosso inicio, de onde tudo começou

    Muito obrigada por nos teres oferecido o início do que foi um projecto feito por amigas… e por te teres apoiado do modo generoso e aberto como o fizeste tudo o que foi construído…

    um grande beijinho de muito carinho

    Helena

  3. A vida é mesmo um lugar de encontros! Importante, bonito, é o que acontece entre eles e a partir deles. Creio que este foi um belo encontro…. descobrir o meu olhar a partir do teu róprio olhar. Os cruzamentos…
    Obrigada Minês e a cada um que, ainda que por acaso, acabou por cruzar olhares.

    Um bejinho estrelado.

    Carmén Mesa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s