Cadernos de Poesia da V Bienal de Poesia de Silves/ TEIA, CASA-MUSEU JOÃO DE DEUS. 2015

INTERVENÇÕES, OUTROS
Anúncios

“don’t compare” ou o que raio hão-de as terceiras gerações de todos os lados fazer com o futuro

TEATRO/ PERFORMANCE

e com a pós-memória? Um work in progress que articula todas estas questões com a construção dos muros e desconstrução da identidade colectiva, mas (e isto aparentemente sem a própria Yael saber) põe o dedo nas nossas feridas também, de forma politicamente correcta ou incorrecta, como só a Arte consegue fazer. Third Generation está esta tarde em cena no Teatro Nacional São João, pela última vez.

Para te falar, agora até uso vírgulas, Maria da Glória.

TEATRO/ PERFORMANCE

Uma peça sobre um país que espera a espera, com ais de tricotar e não voltar. Ladainhas de rezar karaté.

Nós, na plateia, queremos que o Paizinho volte, num dia de nevoeiro, e que as doze servas deixem de meter os pretendentes todos na cama.

No palco à vela há um filho de uma mãe e ambos se aguardam no regresso de um Ulysses, com saudade e medos cheios de mar. Nunca o luto, tudo menos o luto!

Mesmo quando te mandaram atirar ao mar, Maria da Glória, e o Pathos te trouxe de volta pelo bico, havia menos espuma do que há hoje. Os últimos dias, percebo agora, assinam bem esta nossa marca portuguesa. Tantas saudades do futuro, tanta infância que aparece para nos olhar de frente. Com um guarda-chuva de chocolate Regina a sujar a boca e a derreter nas mãos.

Agora não, que o Paizinho quer ver isto, não vês que o Pai quer ver isto? Para te falar, agora até uso vírgulas, Maria da Glória.

Com texto e encenação de Cláudia Lucas Chéu, “Glória ou como Penélope morreu de Tédio” é imperdível.

jazz porta adentro…

MÚSICA

A Associação Porta-Jazz é uma associação sem fins lucrativos, gerida por músicos, que se formou recentemente com o intuito de promover o Jazz no Porto.  Boa onda. Boa ideia. Boa música.

O Ciclo, que começou no Tribeca, passou no último Sábado pelo Breyner 85, encheu a casa e abriu o apetite.

Já faltava um projecto assim. Apareçam!

publicidade descarada

OFICINA

Como pedir e analisar orçamentos, como escolher a gráfica certa tendo em conta qualidade, tempo e preço, como preparar o original para impressão. Estes e muitos mais truques para quem lida com a indústria gráfica num workshop que inaugura os projectos de formação da recém nascida Culture Print. Em breve, teremos mais oficinas. Sempre originais, criativas e únicas, a pensar no sector cultural.

Aqui encontram muitos mais pormenores sobre esta oficina, assim como a panóplia de serviços que a cooperativa disponibiliza. Do design gráfico à edição de livros de autor, da produção de eventos culturais ao ghostwriting, da gestão de perfis Web à revisão, tradução e impressão de textos de acordo com o novo acordo ortográfico. Mas há mais!

Falem connosco por e-mail para cultureprint@gmail.com. Encontrem-nos nas redes sociais do Facebook e do Twitter.  Sejam bem-vindos ao nosso site.

Entrem na rede da Culture Print e façam parte desta ideia!

poemas com cinema no campo alegre

APRESENTAÇÕES DE LIVROS, CINEMA

A antologia organizada por Rosa Maria Martelo, Joana Matos Frias e Luís Miguel Queirós é apresentada esta Quinta-Feira, pelas 18h30, no Teatro do Campo Alegre.

Mas as coisas boas não acabam aqui. Durante as próximas noites de Terças-Feiras Clássicas, a programação de cinema inclui um conjunto de filmes que inspiraram poemas ou são por eles citados, referenciados, parafraseados, trabalhados, traduzidos… you name it! Começa, já no lançamento, com a exibição de “cinemas”, de Fernando Lopes. É quase como criar uma extensão das aulas de Poéticas Comparadas para as noites de cinema.

este espectáculo traz árvore pelo bico

TEATRO/ PERFORMANCE

As personagens emparelhadas como as rimas escondidas de um poema.

Um sentido de humor que se despe camada a camada, como faríamos ao pop rock de um top revelador.

Um strip longo do que há em nós de adamastores, domadores e descobridores de tempestades  (e também um certo cinema em pano de fundo, que é o que nos permite ver os mares em gestos nunca dantes navegados).

Em quantas línguas se dançam as cidades portuguesas? “Paisagens… onde o negro é a cor“, com coreografia de Paulo Ribeiro, conta. Leonor Keil é tudo o que se diz. Portanto, fica a sugestão.

 

Além do que, nunca se viu ninguém ser atingido em palco por carrinhos em miniatura e aviõezinhos de papel. Mas já apeteceu…

Revelações no Museu da Imagem

EXPOSIÇÕES

Inaugurou ontem mas, até ao final do ano, ainda vamos todos a tempo de conhecer as “revelações” do Museu da Imagem em Braga.

Vão ver a Fada Oriana da Rita Pinheiro Braga aqui.

O teatro vai nu

TEATRO/ PERFORMANCE

Se puderem e ainda forem a tempo, vão ver. Vale mesmo a pena. É daqueles momentos em cena que não acontecem muitas vezes. Não sabemos se estamos fora ou dentro, se a assistir se em palco, se somos nós ou um reflexo de nós.

Nuno Carinhas põe um espelho de trovoada em palco e uma cortina de veludo para o palhaço só tropeçar na conferência. Wilma Moutinho aquece os ânimos, põe a nu o teatro e deixa o público às escuras.

Nuno Cardoso toma Tchékhov e a noite da Ucrânia pelo pulso e depois toma-nos a nós por completo.

Mais aqui.

“Design for living” hoje no Campo Alegre e valha-nos a Terça-Feira!

CINEMA

DESIGN FOR LIVING / UMA MULHER PARA DOIS, de Ernst Lubitsch, esta noite, às 22h00, nas Terças-feiras Clássicas do Teatro do Campo Alegre.

Mãos ao ar!

MÚSICA

MÃOS AO AR É UM INOVADOR PROJECTO COMUNITÁRIO DE MÚSICA E DANÇA QUE CONTA COM a participação de crianças, jovens e famílias DO Cerco do Porto E agentes da PSP. SÃO QUASE 100 PESSOAS EM PALCO!

UM IRREVERENTE ESPECTÁCULO QUE CRUZA HIP HOP, BEAT BOX, PERCUSSÃO E A BANDA DA PSP.

mÃOS AO AR SERÁ APRESENTADO A 2 DE JULHO, PELAS 21H30, NO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO PORTO. RUA PESO DA RÉGUA, JUNTO DAS PISCINAS DE CARTES, EM CAMPANHÃ.

Manuel António Pina em entrevista ao JL

APRESENTAÇÕES DE LIVROS, SUGESTÕES DE LEITURA

Vale a pena ler a grande entrevista que o JL faz ao Manuel António Pina na última edição. Amanhã, pelas 21h30, o poeta “(ana)cronista” vai estar na Escola Soares dos Reis, no Porto.

Miguel Oliveira expõe em Oliveira de Azeméis

EXPOSIÇÕES

A inauguração acontece já amanhã, dia 4 de Junho, pelas 21h30 na Galeria Tomás Costa e estará patente ao público até ao dia 19.

Amanhã, de manhã, vou estar aqui

TERTÚLIAS

Com mais 29 poetas do Brasil, de Portugal e Guiné-Bissau e Angola. Consultar o programa aqui. E seguir no Facebook aqui.

Apareçam!

Apresentação de “Inversos”, de Ana Luísa Amaral na Almeida Garrett

APRESENTAÇÕES DE LIVROS

O livro que reúne a obra poética de Ana Luísa Amaral, “Inversos – Poesia 1990-2010”,  vai ser apresentado na Biblioteca Almeida Garrett, esta tarde, pelas 18h30, por Maria Irene Ramalho.

Vão ser lidos poemas pela autora e por Paulo Eduardo Carvalho.

Performance poética sobre “Luz Vertical” apresentada na FNAC

TEATRO/ PERFORMANCE

“Luz Vertical”, de Alexandra Malheiro,será apresentado através de uma mini-performance poética na Fnac de Santa Catarina, que acontece dia 12 de Maio, pelas 18h00.

Edson Athayde apresenta o primeiro romance

APRESENTAÇÕES DE LIVROS, OUTROS

Esta tarde, pelas 16h00, Edson Athayde apresenta o seu primeiro romance “O Rapaz das Fotografias Eternas” na Almedina de Matosinhos.