Para a Maria Miguel

MOTE PARA UM BOM LIVRO

A noite ganhando espaço, rodando inteira,
esticando os dedos no esfumado.
Agora tudo se confunde e se estreita, caindo
sob a claridade delimitada
para o interior de um sítio novo no mundo.

No poema ficou o mais secreto.

Como se eu varresse para dentro de mim
silenciosamente
todas as coisas da casa.

Anúncios