Cliping Rádio Renascença: “Vai nascer uma biblioteca no Hospital de Santo António” (05/04/2012)

OUTROS

cliping bairro dos livros biblioteca minês castanheira cultureprint

Anúncios

“Mel”, os sonhos não se espalham, assim, por aí.

CINEMA

Saí esta tarde da exibição de “Mel”, no Campo Alegre, com a floresta turca ainda a tocar nos ouvidos, quando me apercebi que de o filme de Semih Kaplanoglu não tem banda sonora.

O que se ouve? Os sons familiares de uma massa de bolo a ser batida na cozinha, uma lareira acesa junto à cama, uma maçã a ser partilhada, um lápis a riscar esses no caderno da escola, um gaguejo que, finalmente, recebe palmas. O estalar do tronco de uma árvore. O sussurro dos sonhos – é que os sonhos não se espalham, assim, por aí.

Neste universo desacelerado com simplicidade, não perde nem a narrativa, nem a atmosfera.

E quando Yusef mergulha na água do balde a tentar agarrar o reflexo da lua, parece que está a apanhá-la para nós. Já diziam as personagens do L’Atalante, do Jean Vigo, que quem mete a cabeça debaixo de água e abre os olhos vê aí a pessoa amada. Ou o céu.

para a Joana,

SUGESTÕES DE LEITURA

Assassinada no duche
como Marat
mas sem revolução
nem razão
e o sangue aguado dela
vai-se pelo ralo
da banheira
no sentido
dos ponteiros do relógio
nos antípodas
seria ao contrário
porquê?

Psyco, Adília Lopes, Dobra, Assírio & Alvim 2009

compôr um poema a esta altura da humanidade?

SEDIMENTO DE PALAVRAS

mesmo no original, sem perceber uma palavra  (sobretudo no original, sem perceber uma palavra)  Todesfuge lê-se com os ouvidos.

“Design for living” hoje no Campo Alegre e valha-nos a Terça-Feira!

CINEMA

DESIGN FOR LIVING / UMA MULHER PARA DOIS, de Ernst Lubitsch, esta noite, às 22h00, nas Terças-feiras Clássicas do Teatro do Campo Alegre.

The Wave Pictures na Casa da Música em Setembro!

CONCERTO

“If I made it through Christmas without smoking /
‘Til your parents went to bed /
If you made it through too /
Without sticking your nail scissors in my neck.”

Dos melhores começos de música que existem. :D Tocam em Setembro na Casa da Música. Acima, “I love you like a madman“.

As praias d’Agnès

CINEMA

Um documentário absolutamente fabuloso que passa por estes dias num dos canais da cabo e que me fez sair à procura de mais da Varda.

Ontem à noite, “La doppia ora”

CINEMA

Appena un suggerimento. Questo:

Mas, se não interessar assim logo à primeira, uma pesquisa no Youtube por Fillipo Timi resolve o problema.

Ghosts, Laura Marling

MÚSICA

“He walked down a busy street
Staring solely at his feet
Clutching pictures of past lovers at his side
Stood at the table where she sat
And removed his hat
In respect of her presence
Presents her with the pictures and says
These are just ghosts that broke my heart before I met you.”

– Laura Marling.

Para os amantes da arte

MÚSICA

70 Million by Hold Your Horses

Ideia espectacular para um vídeo, que, além do mais, deve ter sido mesmo divertido de fazer. Uma dica do Tio Vânia.

A Cinderela, versão Teatro de Marionetas do Porto, agora no Youtube

TEATRO/ PERFORMANCE

A Cinderela vai ao baile num bólide todo “quitado”, as irmãs malvadas são “peneirentas”, os passarinhos falam com sotaque do Brasil, o Lobo Mau aparece disfarçado de GNR na estrada da floresta e a Fada Madrinha acaba numa luta de wrestling com a Bruxa Má. E também por lá passam os Sete Anões para uma famosa técnica de salvamento de meninas envenenadas.

Quem teve a oportunidade de ver ao vivo, não esquece. E fica à espera de mais. O Teatro de Marionetas do Porto , que agora também tem um blogue, está ao nível do que de melhor se faz lá fora.  E só é pena que não se programem ainda mais espectáculos.